.

.
30 de Julho de 1929, jovens velejadoras no porto de Deauville, França (Getty Images)

sábado, 13 de dezembro de 2008

pitacos de rodapé #1

Hoje é 13 de dezembro, 40 anos do AI-5, o que será que podemos refletir? Eu diria que estamos diante de um impasse histórico, real e urgente que é reconhecer e lutar pelo Direito à Verdade e à Memória. Temos que abrir os arquivos da ditadura militar, escancarar as feridas, fazer justiça contra os torturadores que teimam - com o apoio de algumas "entidades" da justiça - em ficar nas sombras. A lei de anistia de 79 foi um "mal necessário", mas todos sabem que contra tortura e assassinato não pode vigorar o perdão. É lei internacional, crimes contra a humaninade são imprescritíveis.
Por falar em "entidades"da justiça, segunda próxima, no Roda Viva, às 10h 30, teremos a ilustre - ilustre? - presença de Gilmar Mendes, do Supremo Tribunal Federal, acompanhado de entrevistadores nada parcias (Reinaldo Azevedo, Eliane Catanhêde, etc) ou favoráveis a sua causa. Mas que causa? Manter Daniel Dantas livre? Informações privilegiadas? Ou dar sentenças favoráveis aos seus parceiros de negócio? Taí um espetáculo midiático que eu não vou perder.

4 comentários:

Moriti Neto disse...

Thiago, meu velho. Mandou bem no comentário sobre o AI-5. É de foder "perdoar" os filhos da puta que promoveram uma das maiores carnificinas - física e psicológica - deste país. Sentimos as sequelas daqueles tempos amaldiçoados até hoje.
A porra da "caixa preta" da ditadura tem que ser aberta de vez!
Quanto ao espetáculo midiático, também não perderei.

Abraço,

Moriti

Diogo disse...

hahahah! na verdade a curta genial é a de baixo... mto bom mesmo! explora esse lado que vai longe, rapá. abração!

Anônimo disse...

Valeu Diogueiras, cê tá sumido hem? Preciso levantar boas histórias pra seguir nessa linha. Abração.

Thiago Domenici disse...

Alô, Morita
viu o roda viva? O que achou? Abraço, Thiago

Postar um comentário

Ofensas e a falta de identificação do leitor serão excluídos.

Web Analytics