.

.
30 de Julho de 1929, jovens velejadoras no porto de Deauville, França (Getty Images)

sexta-feira, 9 de abril de 2010

Os 10 mandamentos do produtor

Dia desses recebi um e-mail sobre a vida de quem trabalha no ramo musical. O texto é perfeito e decidi fazer uma edição comentada e ampliada.


1º - Não terás vida social, familiar ou sentimental.

Verdade, e não só é verdade como aprendi que a melhor maneira de ter os amigos por perto é convidando-os para ir ao show. Domingão, dia de assistir Faustão com a família? Esqueça. Aniversário da irmã caçula? Esqueça. Torça pra sua mãe levar um pedaço de bolo para você. Casamento do irmão? E quando se trata do seu próprio casamento? Sim, conheço produtor que casou de manhã no civil e de tarde estava trabalhando. Que situação, não?

2º - Não verás teus filhos crescerem.
E perderá o aniversário de um ano, de dois anos, com sorte ele o chamará de pai ou mãe.

3º - Não terás feriado, fins de semana ou qualquer outro tipo de folga.
Até porque grande parte dos shows acontece exatamente nos feriados. Então, quando todo mundo pensa em viajar para tirar aquele descanso, você está fazendo as malas para viajar a trabalho. Com sorte, você fará shows na mesma cidade que a sua e poderá curtir alguma parte do feriado com a sua família.

4º - Terás gastrite, se tiveres sorte. Se for como a maioria, terá úlcera
Minha primeira crise de gastrite aconteceu em 2007. Parecia ter levado um soco na boca do estomago. Daí pra frente, você tem duas formas de conviver com a gastrite: prevenção (não ter uma vida estressante) ou ter sempre o Cloridrato de Ranitidina na bolsa. Optei pela segunda!

5º - A pressa será teu único amigo e as suas refeições principais serão os lanches.
A famosa comida de camarim. Você se acostuma com mini pão de queijo, croissants, lanche de metro, refrigerante, água. Isso quando o camarim é bacana. Têm momentos em que tudo o que você vai encontrar são meras bolachinhas e um lanchinho tão seco que sem água não desce!

6º - Tua sanidade mental será posta em cheque antes que completes 5 anos de trabalho.
Isso é o que mais acontece, de fato. A gente tem falta de memória, troca nomes, troca datas, porque a gente pode esquecer que qualquer outra coisa que não seja nenhuma informação relativa ao evento, ao show, ao congresso, blá, blá, blá.

7º - Dormir será considerado período de folga. Terás sonhos com planilhas, cotas e relatórios e, não raro, resolverás problemas de trabalho neste período de sono.
Obviamente que não. Vai pensar na passagem área que terá que emitir logo pela manhã, na reserva do hotel. Torcerá para que nenhum vôo atrase e acordará no exato momento em que salvará sua planilha de orçamentos.

8º- Não poderá adoecer.
Poder, até pode, só não vale demonstrar ou deixar que isso te abale ao ponto de “faltar” no trabalho. H1N1 não existe na nossa profissão, ou melhor, existe, mas você deverá trabalhar mesmo com o balão de soro pendurado ao seu lado. E se o ticket já estiver emitido em seu nome, nem cogite a possibilidade de dispensa.

9º - Será um artista na arte de recepcionar bem (mesmo não tendo mais saco), atender bem (mesmo caindo de cansado), engolir sapos (mesmo querendo vomitar) e vai dizer ao artista (e aos que pensam que são) que está tudo bem, que tudo está resolvido, mesmo quando o mundo está caindo do outro lado da cortinha do palco.
Sim, isso vale até tentativa de agressão. Explicar ao público que o show foi cancelado e torcer para não receber garrafada no rosto. Explicar ao jornalista que o músico não está num dia bom e que pediu para adiar a entrevista. Querer chorar de cansaço, querer gritar “Eu quero a minha mãe” e saber que ainda faltam horas para o evento acabar.

Parabéns aos profissionais do show business, que são seres humanos como qualquer outro, e que essa idéia de “status e projeção social” seja muito pequena perto do último e maior mandamento dos produtores:

10 º Ser um profissional que possui a incrível habilidade de lidar com artistas e respeitar todo e qualquer ser humano.


Fabiana Cardoso é jornalista e produtora e mantém a coluna Penetra Oficial neste Nota de Rodapé.

2 comentários:

Adriana disse...

Perfeito Fabi!! É a mais pura realidade...E tem gente que pensa que a vida de produtor é só glamour hahahahaha....Beijos!!

Cimples Ócio disse...

e eu querendo entar nesta ao cinquenta e poucos. Ai Jesus Maria

Postar um comentário

Ofensas e a falta de identificação do leitor serão excluídos.

Web Analytics