.

.
30 de Julho de 1929, jovens velejadoras no porto de Deauville, França (Getty Images)

terça-feira, 19 de outubro de 2010

Revista do Brasil censurada e o PSDB mancha a democracia

A Revista do Brasil, publicação mensal da editora Atitude, na qual trabalhei durante um ano como repórter, o que muito me orgulha, com a ótima condução do editor e amigo Paulo Donizetti de Souza, está passando por maus bocados, infelizmente.
A capa da última edição, número 52, está censurada. Isso mesmo, censurada! A RB sofreu uma investida do PSDB. Na madrugada da segunda-feira, 18, o ministro Joelson Dias, do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), pediu a suspensão de circulação da edição que leva Dilma na capa.
A ação da coligação "O Brasil pode mais", encabeçada pelos tucanos de José Serra, foi atendida apenas em parte. Agora, entre aspas, a informação completa de Paulo Salvador, que explica o ocorrido.

"Além da Revista do Brasil, suspende a circulação do Jornal da CUT, ano 3, nº 28. Mas três itens cruciais foram negados pelo ministro Dias. A demanda dos advogados tucanos queria silenciar o Blog do Artur Henrique, presidente da Central Única dos Trabalhadores (CUT), e pedia a busca e apreensão do material mencionado.

O terceiro item negado é emblemático: o PSDB queria que a questão tramitasse em segredo de Justiça. Nenhuma informação sobre o processo poderia ser divulgada, caso o pedido fosse atendido. Isso denota intenções claras do tucanato de ocultar da opinião pública a própria tentativa de restringir, ou censurar, a circulação de informações e opiniões.
A divulgação foi feita pelo site do TSE e repercutiu em sites noticiosos ao longo do dia. A Editora Gráfica Atitude, responsável pela Revista do Brasil, só poderá se pronunciar quando for comunicada oficialmente pelo órgão sobre a decisão do juiz e seus eventuais desdobramentos.

Leia mais:
Lula sobre investida contra RdB: “Neste país, ser sério é uma afronta”
Serra pediu 'segredo de justiça' para censura à Revista do Brasil
Publicidade só para os outros? (Paulo Donizetti de Souza)
Publicidade na Revista do Brasil, resposta a Folha (Petrobras, Fatos e Dados)
Suspensa distribuição de impresso feito pela CUT em favor de Dilma (TSE)
Os trabalhadores e o direito a informação (dos Diretores da Revista do Brasil)

De antemão, agradece as centenas de mensagens de apoio e de solidariedade recebidas ao longo do dia, fruto da mobilização da blogosfera. Qualquer ato dessa natureza – indispor o Judiciário contra às liberdades de imprensa e de expressão – merece no mínimo a condenação de todos os cidadãos que prezam pela democracia e pelo direito à informação.

Diferentemente de panfletos apócrifos destinados a difundir terrorismo, desinformação e baixarias das mais diversas – sejam eles de papel, eletrônicos, digitais ou virtuais –, a Revista do Brasil tem endereço, CNPJ, núcleo editorial e profissionais responsáveis. A transparência do veículo, ao expor sua opinião de forma tão clara quanto rara na imprensa brasileira, e o jornalismo independente e plural que pratica – patrimônio dos trabalhadores aos quais se destina – não merecem ser alvo de qualquer forma de cerceamento.
Quatro anos depois
A edição 52 da Revista do Brasil trazia, à capa, uma foto da candidata à Presidência da República, Dilma Rousseff (PT), com a chamada "A vez de Dilma: O país está bem perto de seguir mudando para melhor". A publicação explicita em seu editorial a posição favorável à candidatura Dilma, e traz também reportagem analisando circunstâncias da disputa do segundo turno.
O pedido de restrição de circulação de seu conteúdo assemelha-se a uma investida datada de junho de 2006. À época, o mesmo PSDB encampou pedido de suspensão de distribuição da edição número 1 da revista. Havia ainda a demanda de que a edição deixasse de ser divulgada no site da CUT e do Sindicato dos Químicos.
Repetida a investida, fica latente o lado em que estão as forças aliadas a José Serra. O lado de quem quer liberdade apenas para o tipo de imprensa e de expressão que lhes convém."

6 comentários:

Júlio disse...

Eu nao entendi direito qual a acusação...

Thiago Domenici disse...

meu caro júlio, a acusação em linhas gerais é de fazer campanha pró-dilma. este link talvez te ajude a entender mais: http://agencia.tse.gov.br/sadAdmAgencia/noticiaSearch.do?acao=get&id=1339475

jcre disse...

Uai!! E o que estão fazendo o Globo, Folhe e Estadão? Quer dizer que só vale fazer campanha pro-Serra?

Raphael Tsavkko Garcia disse...

Compartilho minha análise?

Ce nsura enquanto modus operandi tucano - http://tsavkko.blogspot.com/2010/10/revista-do-brasil-censurada-parte-1.html

e a questão da propaganda institucional http://tsavkko.blogspot.com/2010/10/revista-do-brasil-censurada-parte-2.html

arakem disse...

O PT pode censurar? meu caro amigo a culpa não é do PSDB e sim de nós brasileiros... Todos os partidos políticos, inclusive o seu querido PT, são imundos e fazem tudo pelo poder. POr várias vezes o PT censurou jornais e revistas, o PMDB também a exemplo o jornal estado de São Paulo que está sobre censura a quase um ano ou mais sem poder publicar nada sobre o honestissímo SR. José Sarney e seu filho.
Então , existe os dois lados da moeda né?

Raphael Tsavkko Garcia disse...

O PT censrou? Onde? Fiquei curioso agora....

quanto ao Estadão, ninguém acredita nessa piada, convenhamos, só o Estadão leva a sério, ou melhor, usa como propaganda e só.

Postar um comentário

Ofensas e a falta de identificação do leitor serão excluídos.

Web Analytics