.

.
30 de Julho de 1929, jovens velejadoras no porto de Deauville, França (Getty Images)

quarta-feira, 19 de outubro de 2011

Faço Foto, nova coluna do NR

Outro dia circulei pelo centro de Porto Alegre com o amigo e mestre J.R. Ripper. Dentro do Mercado Público caminhávamos atentos de máquinas na mão. Diante de um feixe de luz, ele parou, clicou, saiu. Foi minha primeira aula muda de fotografia.

Faço Foto é um projeto de imersão no universo desses fotógrafos brasileiros documentaristas e é, confesso, a realização do desejo de perguntar. O que guia teu olhar? Porque a escolha desta linguagem? Fotografia com texto ou sem? Quais são tuas inpirações? 

A coluna irá se debruçar sobre estes profissionais que têm como ofício observar o transcorrer da vida social e seus contextos. Vez ou outra irei intercalar as entrevistas com meus relatos de trabalhos e ensaios fotográficos.  
A coluna Faço Foto, aqui no Nota de Rodapé, irá debater o ofício de fotógrafos brasileiros que trabalham com a temática social em fotos de caráter documental, jornalístico e artístico.
A ideia aqui não é delimitar as fronteiras fotográficas, ao contrário, é flertar com a arte, com o jornalismo e tudo mais que tenha como cerne a temática social e a fotografia como suporte final.  

A partir da segunda-feira que vem, mensalmente, Faço Foto convida, portanto, os leitores a colaborarem: enviem sugestão de entrevistados e suas perguntas. Se preferir, escrevam para Ana Mendes em anagrao@gmail.com

Ana Mendes, 26 anos, gaúcha de nascimento, errante de coração e profissão. Fotógrafa e cineasta documental formada em Ciências Sociais. Trabalha como fotojornalista freelancer entre Brasília e Porto Alegre.

2 comentários:

fernandapompeu disse...

Sucesso e força nessa empreitada!

Lucas Nogueira Pinto disse...

olá! outro dia assisti um programa na tvt chamado "melhor e mais justo". foi um debate sobre a mídia. vi esse programa através do blog da cidadania, do eduardo guimarães. o debate tocou num ponto que me chamou a atenção: a produção de conteúdo alternativo na blogosfera. quando li esse post, me veio aquela discussão à mente. veio a esperança de que é possível construir esse tal conteúdo alternativo, não pautado pela grande mídia. desejo muito sucesso para esse blog (ou seria site?) e para essa empreitada.

Postar um comentário

Ofensas e a falta de identificação do leitor serão excluídos.

Web Analytics